segunda-feira, 29 de setembro de 2014

AÉCIO DEU O BANHO ONTEM...TEM TUDO PARA REPETIR O DESEMPENHO NO DEBATE GLOBAL..



AÉCIO DEU O BANHO ONTEM...TEM TUDO PARA REPETIR O DESEMPENHO NO DEBATE GLOBAL..."- Não é possível que a senhora não tenha ainda pedido desculpas pela corrupção na Petrobras – provocou Aécio Neves (PSDB), a certa altura do debate entre os candidatos a presidente da República promovido, ontem à noite, pela Rede Record de Televisão. Dilma (PT) olhou para Aécio de cara feia. Antes que ela respondesse, Aécio voltou a provocar: - Não há um sentimento de indignação, não vejo em momento algum a senhora dizendo 'não é possível que fizeram isso nas minhas barbas sem eu saber o que estava acontecendo'. Não, candidata, essa indignação está faltando. Aí Dilma não se conteve: DILMA MENTE..."- Fui eu que autorizei a Polícia Federal a prender Paulo Roberto Costa [ex-diretor de Abastecimento da Petrobras] e os doleiros [um deles Alberto Yousseff]. - Não é a senhora que manda a Polícia Federal prender. A Constituição garante a autonomia da Polícia Federal –devolveu Aécio. Foi o melhor momento do debate. E o pior momento de Dilma, que mentiu. A Polícia Federal atuou sem o seu conhecimento"

ACORDO MILIONÁRIO ENTRE GOVERNO E IBOPE- SERÁ?




ACORDO MILIONÁRIO ENTRE GOVERNO E IBOPE


https://4.bp.blogspot.com/.../pUJWBGTiuFM/s1600/2b.jpg

O Ibope está acabando o "campo" da pesquisa que, segundo antecipam as fontes de sempre, deve mostrar que Dilma parou de cair e até cresceu um ou dois pontinhos na disputa pela presidência da República. O suficiente para não dar certeza de segundo turno. Com um aumento dos brancos, nulos e indecisos. Talvez até mesmo com Aécio Neves crescendo também um pontinho, para não dar na vista. A pesquisa é feita logo após a veiculação do programa do PT na TV e das veiculações de comerciais, além de uma bem estudada agenda de Dilma pelo Brasil à fora.

O custo da pesquisa registrada no TSE é de R$ 180.000,00. O cliente não é um jornal, uma entidade de classe, uma emissora de TV. É o próprio Ibope. Os resultados devem sair a tempo de figurarem nas edições de sábado e domingo dos principais jornais. Mas a pesquisa está cercada de suspeitas. O Ibope tem contratos milionários com o Governo Federal. Dizem que totalizam R$ 4,6 milhões. Daria para fazer 25 pesquisas como esta, em andamento. Um destes contratos (veja abaixo), firmado em 2013, é de R$ 2.070.000. O último pagamento registrado foi feito em 17 de fevereiro último. O objetivo do contrato é amplo e, obviamente, deve estar incluindo pesquisas de preferência partidária ou eleitoral. Não há como fiscalizar. Veja abaixo. Junto com os boatos antecipando resultados, corre outra grave denúncia: o Ibope, ao montar a amostra de cidades, teria incluído cidades onde Dilma esteve em eventos nos últimos dias. Cidades como Uberaba, Ipatinga, Governador Valadares, Juazeiro do Norte, Cabedelo, Parnaíba e Guarulhos. Além de cidades e até mesmo bairros com obras do Minha Casa, Minha Vida. A legislação permite que a amostra com cidades e bairros seja publicada em até sete dias após o registro da pesquisa. No caso desta pesquisa do Ibope, até o dia 24 de maio, próximo sábado. Como é final de semana, possivelmente só estará no site do TSE na próxima segunda-feira. O Ibope passou os últimos dois anos fazendo pesquisa para Dilma Rousseff. Tem a radiografia dos melhores e piores lugares em termos de apoio ou não ao atual governo. Não tem isenção para fazer uma pesquisa séria e, como em outras eleições, este instituto vai ajustar os seus resultados só lá na frente, na boca de urna. Vai sempre puxar para o seu cliente, neste caso o Governo Federal. Existe até mesmo uma piada no mercado político brasileiro: você compra uma pesquisa Ibope e ganha de brinde a margem de erro. Mas este é o Brasil de hoje, onde o STF solta um bandido de R$ 6,5 bilhões e a PF prende um governador porque tem uma pistola velha guardada em casa.

COMPETENTES E SÉRIOS FUNCIONÁRIOS DA PETROBRAS, E SEUS ACIONISTAS MINORITÁRIOS, SÓ PODEM TER UM CANDIDATO: AÉCIO






O clima na empresa tem sido fúnebre desde a prisão de Paulo Roberto Costa. Piorou com a instauração da CPI sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas. Desde que a reportagem de VEJA revelou o esquema de fraude nos depoimentos da CPI, a atmosfera beira o insuportável. Engenheiros que visitavam a feira Rio Oil & Gas, há duas semanas, no Rio de Janeiro, afirmaram que a constante presença da estatal no noticiário policial transformou seus funcionários em motivo de chacota no setor. O constrangimento é geral e não poupa nenhum escalão. Em Brasília, contudo, há mais nomes temerosos do que constrangidos. Se os apadrinhados da diretoria estão na corda bamba, os padrinhos também temem possíveis mudanças. Isso não significa que acreditem que qualquer um dos três candidatos tenham cacife para livrar a Petrobras do loteamento. Aliás, olham com certo ceticismo para os discursos de tucanos e 'marineiros' sobre implementar políticas de meritocracia na cúpula da estatal. O que aliados temem é que, diante dos holofotes que se armaram sobre a empresa, a troca de favores fique ainda mais evidente. Exemplo do fisiologismo comum na capital federal é que se condicione o apoio à votação de projetos no Senado a cargos estratégicos. No ano passado, o presidente do Senado, Renan Calheiros, colocou na pauta o projeto de independência do Banco Central, que o PT é sistematicamente contra. O texto foi engavetado quando o senador conseguiu emplacar um aliado na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em 2012, quando Paulo Roberto Costa foi demitido por Graça da Petrobras, o PP protagonizou uma mini-rebelião contra o governo na Câmara. Não queria que seu protegido abandonasse a galinha dos ovos de ouro. NA HIPÓTESE de vitória de Dilma, a bancada do PT deve diminuir no ano que vem, de acordo com as mais diversas projeções. Com o PSB na oposição, além do próprio PSDB, o bloco governista vai ser menor. E, inevitavelmente, o preço do apoio de PMDB, PP e PTB vai sair mais caro. O mesmo vale se Aécio ou Marina vencerem. Ou seja: quem entrar terá de inventar algo muito ardiloso para conseguir banir as castas que se alimentam da estatal. http://veja.abril.com.br/noticia/economia/o-futuro-incerto-da-petrobras-apos-doze-anos-de-pt

Segundo a reportagem-bomba de Veja, 'Paulinho', entre outras coisas, revelou que em 2010 a campanha de Dilma Rousseff pediu dinheiro ao esquema de corrupção da Petrobras.




Convenhamos, num país realmente democrático e sério isso já seria o suficiente para a impugnação da candidatura à reeleição da Dilma e, ato contínuo, a abertura de processo de impeachment. De quebra Lula, cujo capitão de seu time, José Dirceu, está lá na Papuda, teria de ser, obrigatoriamente intimado nesses dois processos.

Dia desses, o nordestino boçal no seu blog alojado no site do jornal O Globo, disse adeus a Aécio Neves, em função dessas pesquisas eleitorais, ao mesmo tempo em que afirmou só algo muito grande poderia mudar a tendência eleitoral em favor da Dilma.

Não basta para esse adulador de comunistas a gatunagem já comprovada e operada nas entranhas da Petrobras. Mas não é só ele. É a maioria dos jornalistas da grande imprensa nacional e os próprios donos de jornais e televisões acumpliciados com o esquema montado pelo Foro de São Paulo. A eles interessa que possam meter a colher no erário de alguma maneira. Estão se lixando para o destino da democracia brasileira e à própria liberdade de imprensa, a ponto da Folha de S. Paulo ter recentemente contratado como colunista semanal do jornal o pau mandado de Lula que promove a agitação e invasão propriedades privadas em São Paulo.

E o que estou afirmando é só uma ponta do iceberg. Só os cegos por conviência criminosa fingem não ver. O grosso dos votos contabilizados pela Dilma não são apenas aqueles concedidos pelos ditos bolsas família. É gente graúda da pesada e boa parte da classe média verdadeira todos animados com a possibilidade de também participar desse banquete de abutres. Sob o signo do PT, o que restava de dignidade foi para o esgoto. A maior conquista de Lula e seus sequazes foi corromper até a alma os brasileiros de A a C.

Corroborando tudo que afirmei até aqui está o fato inelutável: não fosse a revista Veja jamais saberíamos o que acontece nos porões do poder sob a égide do PT.

Neste sábado os grande veículos de comunicação correrão atrás do prejuízo sendo obrigados pautar repórteres com base no conteúdo da reportagem-bomba de Veja.

Ainda assim, vão tentar dourar a pílula e colocar entre aspas as afirmações de Veja, na tentativa de criar dúvida sobre aquilo que todos os brasileiros têm certeza absoluta, ou seja, que os cofres estatais foram tomados de assalto por um turbilhão de gafanhotos vermelhos.

É por isso que o PT, se vencer a eleição, passará a executar o seu plano de "controle social da mídia" por meio dos 'sovietes' criados pelo dec. 8.243, eufemismo para a censura à imprensa e o início da perseguição e prisão de todos os dissidentes, como acontece na Venezuela! O efeito colateral dessa ação deletéria fará o Brasil retroagir no tempo, como ocorreu com Cuba sob o comunismo e agora está ocorrendo na Venezuela. O alvo é a revista Veja, ou seja, o Grupo Abril!, o último bastião de defesa do que resta das instituições democráticas do Brasil, dentre elas a própria liberdade de imprensa que, a rigor, é oxigênio da democracia e das liberdades civis.

A sorte é que esse jogo ainda não foi jogado. E tudo o que se sabe por enquanto não é tudo! Que o bem prevaleça. A reportagem-bomba que coloca Dilma Rousseff no olho do furacão da corrupção bilionária da Petrobras se desdobra em outra, que também é chamada de capa de Veja: uma legião dos ditos indecisos pode decidir o placar eleitoral no dia 5 de outubro.


............

EX-GUERRILHEIRO CONTA COM RIQUEZA DE DETALHES COMO ASSASSINAVA PESSOAS NO PERÍODO MILITAR


Assista ao depoimento de Carlos Eugênio da Paz, ex-guerrilheiro, e observe a frieza do indivíduo em detalhar os crimespraticados por ele e sua turma, durante o regime militar:
http://www.revoltabrasil.com.br/seguranca/5191-ex-guerrilheiro-conta-com-riqueza-de-detalhes-como-assassinava-pessoas-no-periodo-militar.html

PERFUMES DE ESTRUMES



via Rodrigo Constantino

Dois perfumes inspirados no líder guerrilheiro argentino Che Guevara e no ex-presidente venezuelano Hugo Chávez foram apresentados pelo laboratório farmacêutico estatal Labiofam, em Cuba.


‘Ernesto’ é mais amadeirado e doce, com um toque refrescante no final. Já ‘Hugo’ tem uma fragrância mais suave, com reminiscências de frutas tropicais, como manga e mamão. É menos penetrante e sutil, ao contrário do estilo do intervencionista e sempre confrontativo líder bolivariano.

Segundo os representantes do laboratório estatal, os perfumes foram elaborados com produtos naturais depois de um ano e meio de experiências. A empresa de perfumes francesa Robertet foi parceira na criação de ‘Ernesto’ e ‘Hugo’.

Che Guevara, que pregava a favor de uma sociedade não-consumista, acabou virando mershandising em todo o mundo, inclusive em Cuba: sua imagem está em camisetas, chaveiros, canecas, entre outros produtos. No entanto, o laboratório cubano afirma que não pretende tirar proveito capitalista do uso da imagem dos dois líderes com intenções de marketing.

A notícia gerou muita revolta no meio comunista brasileiro. O PCdoB emitiu uma nota alegando que o irmão Che jamais aprovaria isso, e que um perfume que quisesse homenagear o revolucionário deveria ter o cheiro de sangue, o mesmo que lhe dava tesão.

Ou então a essência sublime de um porco chafurdando na lama, já que seu apelido era justamente el chancho. “Coisa de macho, daqueles que perseguiam gays e tentavam curá-los em campo de concentração”, declarou um eufórico e saltitante Jean Wyllys, usando uma boina no mesmo estilo do ídolo.

Luciana Genro, do PSOL, considerou um absurdo a iniciativa, um claro indício de que Cuba se curva diante da ditadura do mercado, que impõe um conceito de estética burguesa. Quem disse que mulheres precisam se depilar e homens devem usar perfumes? Declarou que era tudo culpa do Capital Financeiro, e disse que não poderia mais falar com o blog, pois estava atrasada para o salão e ainda tinha que passar na MAC para comprar sua maquiagem.

RIO SÃO FRANCISCO ESTÁ SECANDO....


Diretor de parque diz que principal nascente do Rio São Francisco secou
 


'Nunca vi essa situação em toda a história', afirmou Luiz Arthur Castanheira.
Bacia abrange 5 estados; biodiversidade está ameaçada, diz especialista.
O diretor do Parque Nacional da Serra da Canastra, Luiz Arthur Castanheira, disse em entrevista ao G1 na tarde desta terça-feira (23) que a nascente do Rio São Francisco, situada em São Roque de Minas, secou. Segundo Castanheira, essa nascente é a principal de toda a extensão do rio, que tem 2.700 km. O São Francisco é o maior rio totalmente brasileiro, e sua bacia hidrográfica abrange 504 municípios de sete unidades da federação – Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Goiás e Distrito Federal. Ele nasce na Serra da Canastra, em Minas, e desemboca no Oceano Atlântico na divisa entre Alagoas e Sergipe.Segundo Castanheira, o motivo é a estiagem. "Essa nascente é a original, a primeira do rio e é daqui que corre para toda a extensão. Ela é um símbolo do rio. Imagina isso secar? A situação chegou a esse ponto não foi da noite para o dia. Foi de forma gradativa, mas desse nível nunca vi em toda a história”, afirmou.
http://g1.globo.com/mg/centro-oeste/noticia/2014/09/diretor-de-parque-diz-que-principal-nascente-do-rio-sao-francisco-secou.html?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=g1


..................

A MÃE DA CORRUÇÃO E DO PETROLÃO!




A CARA IRACUNDA DO ÓDIO, DO RANCOR, DA ARROGÂNCIA E DO DESESPERO DE QUEM NUNCA MERECEU O CARGO QUE OCUPA!

A MÃE DA CORRUÇÃO E DO PETROLÃO!
 
 
................

PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR


Em nenhum debate até agora se lembraram de perguntar ao Dilmão:

- Presidente Dilma, no seu governo foi dado extraordinário ímpeto às investigações da chamada Comissão da Verdade, que tem por objetivo esclarecer supostas violações de direitos humanos ocorridas durante o Regime Militar.
 

- A senhora foi perseguida pela ditadura militar brasileira. Esteve presa. Foi maltratada. Como então a senhora busca aliados nos governos de Cuba e Venezuela, que são ditaduras ferozes e que violam os direitos humanos dos opositores? Como a senhora se sente convivendo com representantes desses regimes que reprimem severissimamente seus cidadãos?
 

- Quando a senhora fica sabendo das torturas e do terror infligidos aos adversários do regime de Raúl Castro e de Nicolás Maduro, a senhora não pensa em seus companheiros de luta armada que passaram pelo mesmo sofrimento?
 

- A senhora apoia essas torturas? A senhora acredita na tortura como método de neutralizar as oposições a um regime?
 

- Os prisioneiros políticos de Cuba e Venezuela, por serem antiesquerdistas, não merecem um mínimo de sua compaixão?
 

- É legítima a tortura quando levada a cabo por um regime comunista?
 

- Essas questões não lhe provocam nenhum desconforto, nenhuma inquietação no plano moral?



Lula ultrapassa o limite da estupidez em comício em Santo André e desenvolve a teoria de que roubar banco é uma atividade que faz sentido



Pois é… Volta e meia alguém indaga se não pego excessivamente no pé do PT e dos petistas. Isso me custa, sei disto, em certos nichos, a fama de radical. Radical? Eu? Na quarta-feira à noite, com a responsabilidade de quem já foi presidente da República por oito anos e é líder inconteste do maior partido do Brasil, Lula participou de um comício em Santo André, no ABC paulista, em defesa da candidatura do petista Alexandre Padilha ao governo de São Paulo.

Num dado momento, com a irresponsabilidade que o caracteriza, o chefão do PT resolveu criticar a segurança pública no Estado, especialmente o elevado número de assaltos. E afirmou o seguinte:

“Eu, antigamente via: ‘bandido roubou um banco’. Eu ficava preocupado, mas falava: “Pô, roubar um banqueiro… O banqueiro tem tanto que um pouquinho não faz falta. Afinal de contas, as pessoas falavam: ‘Quem rouba mesmo é banqueiro, que ganha às custas do povo, com os juros’. Eu ficava preocupado. [...] Era chato, mas era… sabe?, alguém roubando rico.”

Como se nota, para Lula, sempre que um rico — ou alguém que o PT considera “rico” — é roubado, está-se diante de alguma forma de justiça. Para este senhor, o roubo é uma espécie de distribuição de renda. Vai ver é por isso que a Petrobras, sob a gestão do PT, é o que é. Vai ver é por isso que, sob a governança do partido, a roubalheira de dinheiro público assumiu proporções pantagruélicas. O irresponsável se esquece de que bancos pagam seguro contra roubos e, obviamente, diluem essa despesa nas taxas que cobram dos correntistas. Assim, não são os banqueiros que pagam. Mas que se note: ainda que fossem, o roubo continuaria a ser um crime. Não para esse gigante moral!

A fala, é evidente, faz parte do pacote petista de demonização dos bancos. O partido decidiu que só conseguirá mais um mandato se transformar os banqueiros nos grandes vilões do Brasil.

Em seguida, Lula lamentou que os assaltantes estivessem também roubando cidadãos comuns, os pobres. E afirmou:

“Essa semana, a Joana, que trabalha comigo, é irmã da Marisa [referia-se à sua própria mulher], na frente do hospital perto de casa (…), oito horas da manhã, o cara encostou um negócio nas costas dela e falou: ‘É um assalto, eu tô armado. Continua andando normalmente, me dá o celular e me dá o seu dinheiro. A coitada teve que dar sessenta reais pro ladrão…”

Esse monstro moral deixava claro, então, que feio mesmo é roubar pobre. Mas observem: em nenhum momento ele culpou ou censurou os ladrões. Longe disso! Para Lula, o culpado por haver assaltos é o governador Geraldo Alckmin, do PSDB, que deve ser reeleito no primeiro turno. Padilha, o candidato do PT, está em terceiro lugar nas pesquisas. O Babalorixá de Banânia foi adiante:

“Se o Alckmin não tem competência pra fazer as coisas que o governador tem que fazer, nós temos que dizer pra ele: ‘Alckmin, você já está há muito tempo aí. Saia. E deixa o jovem Padilha governar esse Estado para as coisas começarem a melhorar’.”

É mesmo? Eu gosto de números. Há duas bases de dados para a gente analisar a questão: o “Anuário de Segurança Pública” e o “Mapa da Violência”. Os petistas estão no poder na Bahia, em Sergipe, no Distrito Federal, no Acre e no Rio Grande do Sul. Se são tão sabidos, como diz Lula, a segurança nesses Estados deveria ser exemplar, certo? Neste momento, há 10,23 homicídios por 100 mil habitantes no Estado de São Paulo e 9,81 na capital. São os números mais baixos do país. A ONU considera que a violência deixa de ser epidêmica quando essa taxa cai abaixo de 10.

Segundo o Anuário, em 2012, houve 24,2 assassinatos por 100 mil habitantes no Acre, 40,7 na Bahia, 40 em Sergipe, 32,1 no Distrito Federal, 19,8 no Rio Grande do Sul e apenas 12,4 em São Paulo. Entenderam? A chance de alguém morrer assassinado na Bahia ou no Sergipe petistas, em comparação com São Paulo, é maior do que o triplo, é quase o triplo no Distrito Federal, é o dobro no Acre e 60% maior no Rio Grande do Sul. Vale dizer: os baianos, sergipanos, brasilienses, acrianos e gaúchos que moram em São Paulo estão mais seguros do que os que ficaram em seus respectivos Estados. E olhem que esses são números de 2012. Em 2014, caiu a taxa de homicídios em São Paulo.

Lula, no entanto, acha que os petistas podem dar aula de segurança pública. É evidente que o poderoso chefão estava apenas fazendo fuleiragem eleitoral. Mesmo assim, é preciso lamentar. Um dos mais importantes líderes políticos do país, gostemos ou não disso, afirmou, no alto de um palanque, que assaltar um banco, afinal de contas, não é coisa assim tão grave e é um ato que até faz sentido.

Dá para compreender por que Dilma Rousseff, na ONU, pregou o diálogo com terroristas que degolam, massacram e estupram e vendem mulheres. Ela vem de uma boa escola, não é mesmo?


Por Reinaldo Azevedo


..............


Cubanos chegam aos EUA, fugindo do comunismo castrista




 

Para quem não assistiu ao debate na recorde......


DIlma acredita que é dona da Polícia Federal e autoriza a mesma a poder investigar ou não. A mesma considera que adultos que vão para cadeia são irrecuperáveis, deve ter sido por isto que a mesma não deu tanta bola para as decapitações em Pedrinha-MA e isto a liga umbilicalmente ao estado Islâmico. Dilma respondeu que jovens de 16 anos não devem ser tratados como pessoas irrecuperáveis?!? Admitindo de antemão que o sistema prisional brasileiro não recupera ninguém.
 

Dilma foi apática, não conseguiu se desvencilhar das acusações de desvios para sua campanha na Petrobrás, exigiu direitos de resposta bolivarianos, todos negados. Afirmou ter estruturado as FOrças Armadas, uma mentira tão deslavada que há cerca de 1 ano especialistas e militares deram entrevista afirmando que só teríamos munição para cerca de 6 horas de conflito intenso. Nossos soldados ganham mal, possuem estrutura de alojamento e treinamento pífias e nossas fronteiras são veradeiras peneiras. Até mesmo o Hospital das Forças Armadas em Brasília se encontra sucateado, ao que tudo indica o plano é este mesmo. Ainda na segurança pública ela fala que irá implementar um "novo plano", irá agora adotar a estratégia da COpa do mundo, fala como se não fosse presidente, se deu certo por que não manteve? Por que precisa esperar mudar o governo para corrigir o que está dando errado ou implantar o que segundo ela dá certo?

Em um dado momento Eduardo Jorge tocou em uma ferida que candidato nenhum tocou ainda, O Governo DIlma teve de importar médicos ( ou escravos como ele mesmo citou ) por que destruiu o Programa de Saúde da Família, possivelmente por ter sido implantado no Governo FHC.

Foi desementida ou não soube argumentar em uma série de assuntos como o fim do bolsa família, o aumento da inflação, a crise das usinas de etanol, o fracasso na saúde pública e o sucateamento dos PSF, o aumento da corrupção em sua base fisiológica, o mau uso do BNDES, o fracasso de sua diplomacia, o aumento dos preços para aqueles que dependem de renda mínima, o inchaço e aparelhamento do Estado brasileiro, sobre a ineficiência do mesmo e se mostrou despreparada para governar o país e possui de lambuja um Ministro da Fazenda Demitido em plena atividade...


SE DILMA VENCER, IMPLANTARÁ O COMUNISMO



Se conseguir o próximo mandato presidencial (e o risco é alto graças à compra de votos nos rincões de pobreza e à sempre possível fraude eleitoral), Dilma Rousseff vai avançar no projeto de ampliação do controle estatal policialesco sobre a sociedade. Só ações cíveis públicas, questionando a inconstitucionalidade do plano petista, poderão impedir o previsível tsunami de invasão da privacidade que é parte integrante do plano de hegemonia petista, no estilo bolivariano do Foro de São Paulo. O BBBPT fará a identificação e o mapeamento dos “inimigos do Estado”. (continua)

JORGE SERRÃO
 

sábado, 27 de setembro de 2014

Paulinho do Lula já deu o serviço. Quando é que a PF vai botar as algemas nos chefes da Organização Criminosa da Petrobrás?



Paulinho do Lula já deu o serviço. Quando é que a PF vai botar as algemas nos chefes da Organização Criminosa da Petrobrás?



...............

A última da governanta





A última da governanta se deu na ONU, dia 23, antes de seu discurso de autoelogio feito na abertura do evento. Não se sabe se por inspiração de Lula da Silva, que sempre defendeu a pior escória mundial ou se por instrução do chanceler de fato, Marco Aurélio Garcia, Rousseff se posicionou contra os Estados Unidos e aliados, e a favor do Estado Islâmico. Uma aberração diplomática capaz de matar de vergonha os brasileiros que têm informações e senso das medidas.

De fato, com bem disse uma autoridade israelense, somos um anão diplomático. Afinal, apoiamos terroristas fanáticos cujas ações contra os que consideram infiéis são a degola, a crucificação, o enforcamento, o estrupo, a flagelação e o apedrejamento de mulheres. A governanta certamente ignora que pelas leis do IE é uma infiel e, que por isso, merece perder literalmente a cabeça ou no mínimo ser obrigada a usar burca.

Diante de tantos descalabros e ao ver o poste Rousseff subindo nas pesquisas, a pergunta a se fazer não é mais que país é esse, mas que povo é esse, que não se envergonha da incompetência e da corrupção internas e da repulsiva política externa. A resposta estará contida no teste de poder de Lula quando as urnas mostrarem os resultados.

Maria Lucia é socióloga.

PAULO ROBERTO COSTA REVELA: PALOCCI PEDIU DINHEIRO DA QUADRILHA QUE OPERAVA NA PETROBRAS PARA A CAMPANHA DE DILMA




O engenheiro Paulo Roberto Costa, que está preso na Polícia Federal do Paraná, deve ser solto até segunda-feira. Será monitorado por uma tornozeleira eletrônica. A liberdade é parte do acordo de delação premiada. De saída, pode-se afirmar que a concessão só está sendo feita porque se considera que, até aqui, ele efetivamente está contribuindo para desvendar os meandros dos crimes cometidos pela quadrilha que operava na Petrobras. Há duas semanas, VEJA revelou parte do que ele disse à Polícia e ao Ministério Público, incluindo a lista de políticos que, segundo ele, se beneficiaram do esquema. Lá estão cabeças coroadas do Congresso e também o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Na edição desta semana, VEJA revela um conteúdo que compõe o núcleo atômico da denúncia. Paulo Roberto liga o esquema corrupto à eleição de Dilma Rousseff em 2010. É isso mesmo!

Costa, como se sabe, era diretor de Abastecimento da Petrobras. Por sua diretoria, passavam negócios bilionários, como a construção de refinarias, aluguel de navios e plataformas e manutenção de oleodutos. Ele chegou ao posto em 2004 — e lá permaneceu até 2012, já no governo Dilma — pelas mãos do PP, mas foi adotado depois pelo PMDB e pelo PT. As empreiteiras que negociavam com ele pagavam 3% de comissão, e o dinheiro era distribuído, depois, a políticos. Sim, Paulo Roberto pegava a sua parte. Só em uma de suas contas no exterior, há US$ 23 milhões.

Era íntimo do poder. Lula o tratava por “Paulinho” — o Apedeuta, como se sabe, é doce com os amigos… Pois bem: Paulo Roberto revelou à Polícia Federal e ao Ministério Público que, em 2010, foi procurado por Antonio Palocci, um dos coordenadores da campanha de Dilma Rousseff à Presidência. O ex-ministro da Fazenda, que já tinha sido membro do Conselho da Petrobras, precisava, com urgência, de R$ 2 milhões. Sim, vocês entenderam: pediu, segundo o engenheiro, que a quadrilha que traficava com o interesse público lhe arrumasse a dinheirama. Nota à margem: em 2010, Palocci era um dos três homens fortes da campanha de Dilma. Os outros dois eram José Eduardo Cardozo, hoje no Ministério da Justiça, e José Eduardo Dutra, hoje numa diretoria da Petrobras. Dilma os apelidou de seus “Três Porquinhos”. Palocci, um dos porquinhos, virou ministro da Casa Civil, mas teve de deixar o cargo porque não conseguiu explicar como ficou tão rico atuando como… consultor. Adiante.

Dilma tem feito o diabo para sustentar que não sabia da casa de horrores em que havia se transformado a Petrobras. Como notou um ouvinte de “Os Pingos nos Is”, o programa diário que ancoro na Jovem Pan, a “candidata Dilma” é aquela que finge saber tudo, e a “presidente Dilma” é aquela que nunca sabe de nada.

O dinheiro, afinal, foi parar no caixa dois da campanha de Dilma? A ver. Paulo Roberto operava por cima: negociava a propina com as empreiteiras, pegava a sua parte e depois deixava a cargo dos políticos. A sua diretoria pertencia à cota do PP — e foi a essa cota que Palocci pediu o dinheiro. A distribuição da bufunfa era feita pelo doleiro Alberto Youssef, que também fez um acordo de delação premiada. Ele poderá dizer se a dinheirama ajudou a financiar a campanha da agora presidente, que concorre à reeleição.



...........

REPÚBLICA DO COMPADRIO




A presidente Dilma Rousseff nomeou a advogada Letícia de Santis Mello como desembargadora do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que abrange Espírito Santo e Rio de Janeiro. Especialista em Direito Tributário e Administrativo, Letícia é filha do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, e da desembargadora Sandra de Santis, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. A nomeação foi assinada ontem, mas publicada nesta quarta-feira.

Aos 37 anos, Letícia nunca exerceu qualquer cargo ligado à magistratura. Professora da pós-graduação da Fundação Getúlio Vargas (FGV), ela integra o escritório Ulhôa Canto Resende e Guerra Advogados desde 1999, quando se formou. No meio jurídico, Letícia é considerada uma advogada competente, mas que dificilmente chegaria tão cedo ao cargo se o pai não estivesse no STF.

A nova desembargadora foi a mais votada na lista tríplice enviada pelo tribunal para a presidente Dilma em junho de 2013, com 17 votos. Ela ficou à frente de Luiz Henrique Antunes Alochio, 43 anos, que recebeu 14 votos, e de Rosane Lucia de Souza Thomé, 52 anos, que ficou com 13 votos. Na formação da lista com seis nomes que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil enviou para serem votados pelo TRF-2, Letícia era a segunda colocada, atrás de Alochio.

Além de Letícia Mello, outra filha de ministro do STF também concorre a uma vaga na magistratura. Trata-se de Mariana Fux, 32 anos, filha do ministro Luiz Fux, que disputa uma vaga no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A lista da OAB ainda não foi enviada ao TJ.
 
..........

PETROBRAS PAGOU CAMPANHA DILMA 2010


Saiu a VEJA. "Exclusivo. O núcleo atômico da delação. Paulo Roberto Costa diz à PF que em 2010 a campanha de Dilma Rousseff pediu dinheiro ao esquema de corrupção da Petrobras"

..........


CÍNICOS...

 
 
Fortuna de Cristina Kirchner cresce 687%

"Sou uma advogada de sucesso", justifica.
 
 
..............

PERIGOSA BOQUIRROTA



Sempre ouvi dos meus pais: “quem conversa demais dá bom dia a cavalo”. Ou seja, o boquirroto, um dia, vai levar um coice. É um problema dele, claro. Contudo, quando o tal inconveniente conversador é o chefe de governo de um país, quem leva o coice são os cidadãos que ele diz representar.

Quando vi e ouvi a Roussef falando em “acordo”, “negociação” com o estado islâmico, vários pensamentos se atropelaram em minha cabeça. Será que ela é irresponsavelmente ignorante ou apenas irresponsável? Será que, por seu histórico terrorista, ela sentiu um frêmito revolucionário, um gosto de sangue? Será que aliados dos criminosos que escravizam Cuba imaginam ser capazes de dialogar com bestas assassinas no Oriente? A arrogância dos comunistas levou aquela senhora a se esquecer do cargo que ocupa no momento?
 

Não sei, nada sei. Desconheço as regras e leis que regem a diplomacia brasileira. Existem regras ou leis? Ou qualquer asno ou anta pode enfiar o país em um inferno de violências com pronunciamentos irresponsáveis diante do mundo inteiro?

Meu medo é que a insensata criatura, que discursou na ONU tratando os terroristas do ISIS como se fossem um Estado, tenha – tal qual o anel de Tolkien – desviado para nosso país, o olho vermelho e assassino do monstro que ora ameaça o mundo inteiro.

saramar mendes