terça-feira, 2 de setembro de 2014

COMEÇOU A DISTRIBUIÇÃO DE BENEFÍCIOS NO SUL - OU SERIA A OPERAÇÃO "SALVA TARSO"?


Agentes administrativos vindos de Mossoró-RN foram deslocados para a Porto Alegre para iniciar a farta distribuição de benefícios por incapacidade sem perícia baseados em frágil decisão judicial uma vez que o INSS não provou ter tomado todas as medidas administrativas para evitar a fila na capital gaúcha.


Como os administrativos de PoA, acertadamente diga-se de passagem, se recusavam a implementar os benefícios, desembarcou hoje em Porto Alegre o DIRSAT em pessoa, acompanhada de sua vice, a diretora da ANMP (Conselho Fiscal) Dóris Leite, para acompanhar in loco a farta distribuição de benefícios baseados em atestados que NÃO serão fiscalizados por ninguém.


Quem sabe assim o Tarso ganha da Ana Amélia, não? Isso é uma vergonha!


Postado por Francisco Cardoso 




............

MARINA É NEO-PAGÃ



Marina é cristã? Ah, tá, por favor, larga de bobagem, e deixa-me rir á vontade. Estou rindo muito.Há muito não ria tanto...

Sabe porque existe o mal? Porque há inocencia. Aliás as inocencia está muito próxima da ignorancia.E da covardia.
 

Marina é NEO-PAGÃ.Faz da natureza seu DEUS. Esta é a religião dos ambientalistas de Soros,muito lucrativa, cujo função é uma só - tolher o desenvolvimento dos países emergentes, impedindo que eles possam usufruir de suas riquezas..espertinhos, não?

Poderemos ver de camarote onde o hoax - Marina presidente - criado pela Folha de São Paulo levará este país infeliz.



Poderemos ver de camarote onde o hoax - Marina presidente - criado pela Folha de São Paulo levará este país infeliz.
SERGIO V
.............

É....



Pois é, têm gente que acha que derrotar o PT é colocar a Marina.
 

Marina que é ideologicamente PETISTA.
Marina cujo marido, até dois dias atrás, trabalhava em cargo comissionado no PT DO ACRE.
Marina que já declarou, em várias oportunidades, apoio e respeito ao LULA.
Marina considerada um LULA DE SAIAS pelo Dirceu.
Marina que se recusou a assinar carta de intenções democráticas preparada pelo PSB.
Marina que APOIA irrestritamente todos os planos totalitários de Dilma/PT.

E há gente que acha que derrotar o PT é colocar Marina no poder.
 

MARINA APOIA O COMUNISMO


MARINA apoia o decreto 8243 , DO PT, que institui o comunismo no BRASIL, subordinando as decisões do Congresso à dos Conselhos populares ( vadias, gays, blacs....)...Pense nisto?
É O FIM DO BRASIL

.................................

LAVAGEM CEREBRAL PARA EMPURRAR MARINA



Nossa mente está sendo afogada por uma overdose de Marina. O Gandhi amazônico virou uma pororoca a desabar sobre a nossa liberdade de escolha.
SERGIO V.



...................

CORRETO



Exatamente. Esta é a desgraça da democracia: nosso destino está nas mãos de quem não tem capacidade de escolha e é manipulado pela propaganda.
SERGIO V



....................

TU ACREDITAS NA MARINA?




Ah, sim, como é que é, a Marina não é dogmática, é democrática, negocia para ampliar contingentes, a sua fala é de baixo para cima e de cima para baixo???
HAHAHAHA
Ah , sim, vejam ACIMA a manchete com Chavez ANTES DE SER ELEITO.


......................


...............

Alguém me traduza?






........................

CRIME DE LESA- EVOLUÇÃO



Marina professa o crime mais hediondo cometido contra a raça humana : "CRIME DE LESA- HUMANIDADE.".Crime este que impede a EVOLUÇÃO HUMANA,através da matança de todos os Gênios .

Imaginem um mundo sem as grandes inteligências que moveram as artes,as ciências, a tecnologia .

Um mundo enfim de medíocres.Seria a volta às cavernas ou a EXTINÇÃO DO HOMEM.

.............. 

sábado, 30 de agosto de 2014

Reconfiguração da realidade pela dialética marxista, em que se supõe que a “fantasia” prevaleça sobre a “realidade”. POR RIVADAVIA ROSA


Isso é o que se chama “socialismo científico”. Para Marx, o real é dialético. A realidade não é inerte, fixa, imutável. É realidade dinâmica, e, permanece em movimento; nos passos de Hegel, Marx mostra a realidade caminhando através de oposições, de contradições sucessivas, de aproximação e afastamento. Assim, o real, note bem, o real, está em disputa, em contraste, em superação indeterminada por meio da afirmação, da negação, e da negação da própria negação, e, tudo isso não no plano ideal, mas no plano real, no concreto, no mundo da realidade material. E esse real está em movimento através de oposições, de afirmações e negações. Por isso Marx concebe o real dialético que é a realidade movimentando-se através de oposições indefinidas; realidade desenvolvendo-se em luta interna, em disputa, em “diálogo” ontológico. Até a luta pela seleção das espécies de Darwin, e a luta de classes, na sociologia, são aspectos do real dialético.

Mais, na ontologia marxista, a dialética é imanente ao ser. É estrutural. Não é um fenômeno periférico, uma situação transitória. A dialética está no cerne do ser, na substância da entidade. É medular, é intrínseca. O ser é dialético por constituição, por natureza. A dialética não é algo acrescentado, adicionado à realidade. O movimento dialético é inseparável da natureza. Não se trata de conferir dialética à natureza, mas realidade à dialética, por definição. Extinguir o movimento dialético seria extinguir a realidade. Não se poderia isolar a realidade de seu movimento dialético. Para Marx, ainda, não há verdadeira dialética sem o real, e não há verdadeiro real sem dialética. O movimento dialético é o estado, a situação da entidade. Não é a realidade que assume, vez por outra, atitudes dialéticas, mas a realidade que exerce estruturalmente processo dialético. A dialética não é uma fase do real, mas um estado permanente do ser. A dialética acompanha a intensidade e a duração do real. Ou o real é dialético ou deixa de ser real. Desconhecer ou negar essa ontologia é sinal de alienação. Calvez compendia a dialética de Marx:

“A dialética é a relação sujeito-objeto, relação que não é, nem separação absoluta, nem ligação imediata, mas separação sempre renovada e sempre suprimida e finalmente conciliação, mas só através das mediações sucessivas, pelo trabalho, que é concebido no sentido mais vasto da cultura do homem, de ação de se fazer objeto; de através do objeto, reatingir a objetividade.” (O pensamento de K. Marx, II, 21.)


CONCLUSÃO:
E, assim, opera essa confusão semântica, digo, dialética enquanto não houver um choque – “choque de realidade” em que ‘tudo o que é sólido se desmancha no ar, segundo a profecia do próprio Marx (vide o que sucedeu com a então URSS e seus satélites ...)



.....................

Reforma eleitoral/política







No Brasil, desde o século passado a questão da reforma eleitoral/política é pautada pela mídia devidamente instrumentalizada pelos setores políticos organizados, sobretudo quando há uma ‘crise de representação’ provocada pela traição da soberania popular demonstrada pela ineficiência e ineficácia na prestação dos serviços públicos essenciais e pelos níveis anômicos de corrupção.

A última reforma eleitoral – foi instituída na década de 1990 e consistiu em três mudanças então fundamentais:

1 - nova lei de inelegibilidade - Lei Complementar n.º 64, de 18.05.90; https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp64.htm

2. nova lei dos partidos políticos - Lei n.º 9.096, de 19.09.95, alterada pela Lei n.º 9.259, de 09.01.96;

https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lei9096consol.htm

3. lei das eleições - Lei n.º 9.504, de 30.09.97.

https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9504compilado.htm

Pelos dispositivos legais aprovados – a reforma centrou-se em três aspectos – inelegibilidades, partidos políticos, e eleições – que são os limites constitucionais de uma reforma eleitoral.

A questão maior quando se fala em reforma política – é sua abrangência. As reformas políticas – enveredam não só pelo sistema eleitoral e sistema partidário, mas também pelo sistema político que abrange a forma de Estado (unitário, federal ou misto); a forma de governo (presidencialista, parlamentarista ou misto); e a esfera de competência dos entes federativos – União, Estado, Distrito Federal e Municípios – e de atuação dos três Poderes.

Confira a posição de juristas contra o surto bolivariano, digo, “assembleia constituinte” para uma “reforma política profunda:

“Defender assembleia constituinte, hoje, é golpismo e haraquiri institucional”

http://www.conjur.com.br/2014-ago-26/defender-assembleia-constituinte-hoje-golpismo-institucional
Aclare-se inicialmente que o movimento não tem nada de “ingênuo.”

O ‘movimento’ na realidade dissimula o bolivarianismo, eufemismo para comunismo.
 
Quando as instituições são enfraquecidas e degradadas e se fala em Constituinte, reforma da Constituição, “processo constituinte”, o objetivo reformista oculto é institucionalizar a fraude e a impostura para impor um regime de viés totalitário.


A Venezuela chavista foi transformada em República Bolivariana, a partir de 2007: depois da derrota do chavismo em referendum foi sendo forjado um processo paralelo à Constituição mediante a edição de “leyes, decretos leyes y resoluciones” – com o objetivo de “crear un Poder Comunal” e, assim contrário ao ordenamiento jurídico (Estado de Direito) foi sendo insidiosa e dissimuladamente imposta “una división político territorial socialista o comunista”.


O Estado comunal, bolivariano, fundado no Poder Conselho/Comunal/popular, subproduto das teses marxistas-leninistas, inspirada na denominada Comuna de Paris de 1871 foi aplicado pelos regimes do socialismo real, cujo resultado foi a maior tragédia provocada pela ação humana no século XX. É concebido não como um mecanismo em que todos participem para a solução dos problemas coletivos, mas como um instrumento totalitário em que todos devemos pensar igual, sem a mínima “dissidência”. Isso não é democrático, e, muito menos constitucional.

Abs Rivadávia
..........

Marina Silva foi derrotada em 100% dos municípios do Acre. É um recorde histórico no Brasil. Quem conhece, não vota.


Marina Silva foi derrotada por José Serra em todos os municípios do Acre. E venceu Dilma apenas na capital: Rio Branco. Como todos sabem, Marina Silva nasceu no Acre. Obteve os seus mandatos de deputada e senadora pelo Acre. Quanto mais conhecida, mais perdeu votos. Quem é da aldeia conhece os seus caboclos, diz o ditado. O Acre conhece Marina Silva. No Jornal Nacional, inquirida a respeito deste fenômeno jamais visto na história política do Brasil, de um candidato ser derrotado na cidade onde nasceu e em todas as outras do seu estado, Marina Silva mentiu que tinha enfrentado adversários poderosos. O único adversário poderoso que enfrentou foi o eleitor acriano.

...................

Aldo Rabelo acusa Marina: partido teria colaborado para que seu marido escapasse de investigação parlamentar




O marido de Marina Silva, Fábio Vaz de Lima, foi acusado de contrabandear 6 mil toras de mogno, avaliadas em R$ 8 milhões. A questão foi reacendida durante sessão plenária, na votação do Código Florestal, em 10 de maio de 2011, por Aldo Rebelo. Na época, Fábio quase foi chamado a depor, mas o partido deu um jeito de isso não acontecer (Marina era do PT na época).

Assista ao vídeo:
Aldo Rebelo acusa marido de Marina Silva de contrabando
http://youtu.be/poVdoIUkA


.............

MARINA- APENAS MAIS UMA PETRALHA




Felipe Moura Brasil ‏ :

Apelar ao vitimismo e à trajetória sofrida quando confrontada, como fez Marina Silva no Jornal Nacional, é típico de uma petista de raiz.


................

CADE A ONU ? CADE O PAPA ? NINGUÉM FALA NADA ? CADE A MÍDIA?


CADE A ONU ? CADE O PAPA ? NINGUÉM FALA NADA ? CADE A MÍDIA? EU QUERIA VER O PAPA VISITAR A VENEZUELA HOJE! VIR AQUI PASSEAR E GASTAR DINHEIRO PUBLICO É MOLE!
MANIFESTANTES SENDO EXECUTADOS NA RUA FUGINDO DO CARRO DA MORTE!

ASSISTAM





https://www.youtube.com/watch?v=miRNHj5Z30Q







O PT matou a competitividade industrial brasileira. Se Marina ganhar, morre o agronegócio.



 
Produzir no Brasil é 23% mais caro do que nos Estados Unidos
O custo subiu 26% nos últimos dez anos, já que em 2004 produzir no país era 3% mais barato do que em território norte-americano

A produção da indústria brasileira é 23% mais cara do que a dos Estados Unidos. O custo subiu 26% nos últimos dez anos, já que em 2004 produzir no país era 3% mais barato do que em território norte-americano, de acordo com estudo divulgado pela consultoria The Boston Consulting Group (BCG). O resultado evidencia queda na competitividade da indústria brasileira no período.

A pesquisa avaliou a produção dos 25 principais exportadores do mundo, analisando os critérios: salário, produtividade do trabalho, custo da energia e taxa de câmbio. A consultoria apontou que o país está menos competitivo nos quatro pontos analisados. Os custos para produzir no Brasil também estão maiores do que em outros emergentes, como na China, na Índia, no México e na Rússia.

A produção brasileira está entre as mais caras do mundo em relação aos EUA, sendo mais oneroso produzir somente na França, na Suíça e na Austrália, nesta ordem. A produção mais barata fica na Indonésia, onde o valor é 17% menor do que nos EUA.


EXPLICAÇÃO:
No projeto de dominação e servidão total comunista –a agricultura, sobretudo o agronegócio são atacados impiedosamente pelos comunistas para promover o desabastecimento, ocasionar a fome e eliminar grande parte da população como ocorre na Venezuela e Argentina em fase mais avançada do bolivarianismo. Vide a ex-URSS, China e onde quer que se implante esse regime sociopolítico criminoso, vulgarmente conhecido como comunismo. 
RIVADAVIA ROSA
 
.............

Venezuela limita compras em supermercados





Tá chegando ao nível cubano ... parasitário, improdutivo, ineficiente, predador dos recursos naturais e corrupto, mas produtor "eficiente" da fome.


Estabelecimentos terão um mecanismo de controle "biométrico" para limitar as compras de produtos e alimentos nos supermercados e mercados do país

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, decretou na noite desta quarta-feira a instalação de um mecanismo de controle "biométrico" para limitar as compras de produtos e alimentos nos supermercados e mercados do país.

"A ordem já está dada, através da superintendência de Preços, para que se crie um sistema biométrico em todos os estabelecimentos e redes distribuidoras e comerciais da República", disse Maduro durante mensagem em rede nacional de rádio e TV.

..................

Quando os ambientalistas resolvem falar claro





João Luiz Mauad



A carapaça humanista e a retórica nem sempre muito clara, temperada por platitudes e clichês “bem intencionados” dos ambientalistas, fazem com que nós – os chamados céticos – muitas vezes tenhamos enorme dificuldade para transmitir ao público as suas reais intenções, seu totalitarismo latente, suas aspirações arrogantes de comandar os destinos da humanidade, sua guerra incessante contra o capitalismo liberal e o crescimento econômico.

Por isso, é alvissareiro quando alguns de seus áulicos resolvem despir o véu da dissimulação e falar claramente a que vieram. Sentindo-se, talvez, já suficientemente fortes perante a opinião pública mundial, alguns próceres mais audaciosos do movimento ambientalista global, certamente na tentativa de abreviar o “fim da história”, começam a “chutar o pau da barraca”.

Foi, evidentemente, o que ocorreu com a ativista Naomi Klein, que acaba de lançar no mercado o livro “This Changes Everything: Capitalism vs. The Climate”. O livro tem tudo para transformar-se no “Manifesto Comunista” dos tempos modernos.



COMENTÁRIO

Os novíssimos salvadores do Planeta: de “aquecimento global” para “mudança climática” que sempre houve e haverá. Mas, mesmo tendo sido desmascarados, persistem e buscam através da ONU exigir que os países em desenvolvimento financiem seu próprio atraso.

E, nesse novíssimo messianismo ecológico (reconfiguração da tese de ‘fim do mundo’) – quem duvida é qualificado de herege, quando não até de criminoso do Planeta, enquanto isso muitos vão enchendo as burras ...
RIVADAVIA ROSA








SOBRE ISTO QUE SE DIZ PARTIDO DOS TRABALHADORES



Trata-se de uma ‘organização’, que se estrutura no estilo societas scelere formalmente como partido, mas com viés e vocação delitiva; protege-se com o silêncio (lei do silêncio – omertá); possui um chefe máximo ('capo dei tutti i capi' - chefe dos chefes – que ‘nunca sabe, não vê e não ouve’); aparelha o Estado como despojo para distribuir os ‘dividendos’ aos sicários e aos chefes e subchefes regionais (como deputados, ministros e outras autoridades importantes, sem esquecer certos ‘movimentos sociais’); é um poder, mas patológico, organizado, lógico e racional.


Assim, opera no mercado do crime pela lógica do poder e funcionalidade como fim, aproveitando-se das vulnerabilidades e distorções do desenvolvimento socioeconômico, sobretudo institucional, fortalece-se num ambiente de fraqueza do sistema legal, repressivo penal e tributário, aproveitando-se das vulnerabilidades e desestruturação da infraestrutura produtiva do Estado, dos baixos níveis de segurança e repressão.


Sua fase mais avançada, se na depredação dos bens e serviços públicos, quando alcançada as “condições objetivas” e se apropria do Estado. ...


Aí vem o descaramento e o deboche institucional. 


RIVADAVIA ROSA 

...............