quarta-feira, 6 de março de 2013

BNDES irriga o jardim de HUGO CHAVEZ



Dilma afirma que os latinos americanos choram a morte de Chavez. Que exagêro! Agora, que o Brasil é parceiro da Venezuela de Chavez ninguém duvida...mas nem por isso nós brasileiros , estamos de acordo com a liberalidade com que os governos de Lula e Dilma, ajudam a Venezuela através do BNDES que está continuamente patrocinando projetos caríssimos na Venezuela, em detrimento dos próprios brasileiros.  


Conferindo:
Em 2003 o governador de S.Paulo, Geraldo Alckmin, pleiteou junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) R$ 394 milhões para concluir as obras do metrô da Vila Mariana até o bairro do Ipiranga. Na época o então presidente do BNDES Carlos Lessa e sua área técnica aprovaram a operação, mas o Carlos Lessa caiu e assumiu o cargo Guido Mantega, homem de confiança do todo poderoso José Dirceu, que imediatamente vetou o empréstimo ao governo tucano de SP por estar perto de eleições municipais. Esta obra foi tocada, desde então, com recursos próprios de SP sem nenhum tostão do BNDES. No entanto em 2004 o BNDES libera U$ 387 milhões para construção de hidrelétricas na Venezuela e Equador . Em 2011 o BNDES emprestou U$ 673 milhões para construir o estaleiro dos países da Alba (Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América) na Venezuela. O estaleiro será operado pela PDVSA, que está devendo U$ 5 bilhões na Refinaria Abreu e Lima em Pernambuco, dando o calote na Petrobras e no Brasil.




 Em 2012 a Venezuela negociou crédito de até US$ 814 milhões com o (BNDES) brasileiro para financiar a compra de 20 aviões de uso comercial da construtora Embraer, Na época Chavez assim se manifestou sobre este assunto:“Agradecemos muito à (presidente brasileira) Dilma (Rousseff) pelo crédito que vai nos dar”, assegurando que seu país “precisa contar com uma boa linha aérea”.
Enquanto isso, projetos que livrassem o nordestino das consequências da seca jamais saíram do papel. Acho que falta ao nordestinos aprender a por a boca no trombone e cobrar do governo ações que poderiam estar beneficiando suas regiões castigadas pela seca ao invés de estar regando o jardim de Hugo Chavez...que Deus o tenha! !


Mara Montezuma Assaf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário